Kumo desu ga, Nani ga?: Episódio 16 – Episódio de Praia, yeah!

Artigo por Jonh Vini. Você pode enviar seus itens aqui.

Um episódio cheio de coisas para comentar, mesmo bem, porque eu pensei que seria bastante concentrado exclusivamente no lado pequeno, conversando com o plano seria feito e mostrou os desafios que o novo herói tem que superar agora, é claro que eu Tinha isso, mas essa parte foi reduzida a focar onde mais interesses: marisco fantoches com beachwarming, embora não gastassem tanto dinheiro nessa parte, diferente da modelagem do rei demônio.

Nem parece que é o mesmo anime.

A primeira parte de Madoka serviu apenas para estabelecer uma pequena construção do mundo, mostrando que Kumo Desu Ga? E Hauraku Maou-sama é interconectado graças a um administrador incompetente, é claro que ele não cobrará muita escola, mas cria um mundo com feitiços extremamente quebrados que me permitem tirar sarro do próprio sistema é fazer muito Ignore a incompetência, mas é um pensamento em quadrinhos que Madoka é um dos únicos que tinham uma “vantagem” nascer em uma raça superior (e eu não posso acreditar que eu disse isso), no entanto, acho que essa vantagem é de quinze anos de aborrecimento, muito porque a diferença na produção da parte da parte de Madoka é evidente, mas é fascinante saber que as duas narrativas ocorrem em um espaço temporal diferente, mas acaba unido em tempos específicos, que ajuda Para entender a história, que, se fora, não para a produção é nas tendências de muitas pessoas.

 

A treta do Satan e Emília atravessou mundos

Já a parte humana dá a ser resumida com o Waifu-Pey finalmente converter outro Waifu para o harém do novo herói, como se fosse novidade; Mesmo tendo um tempo de tela mais longo, o acompanhamento dos tratos praticamente não mostrou nada de novo, o que me deixa triste Porque do ponto de virada no episódio 14, esperei um pouco novamente em sua seção e até mesmo seguir o clichê, ele faz Não significa que fosse horrível, mas me lembra no início da série onde quase tudo relacionado a eles era um estereótipo de uma história de Isekai, cujo único diferencial eram os conflitos dos personagens presentes, mas aqui nem que temos, Tudo está pisando uma aventura monótona de um cisto de herói por todos aqueles que buscam salvar o mundo e como a produção desta parte começou, então eu aconselho você a explorar a parte de Madoka com mais tempo de tela, então os animadores do humano Parte terá tempo suficiente para se concentrar nas pequenas aparições do herói e da sua empresa.
União de mestre e servo.

E falando sobre Madoka, estou maravilhado com esta parte da produção, já que nos lembramos precisamente dos episódios iniciais, a animação em CG era precária, mas agora vemos que outros personagens, Madoka sempre teve uma grande abordagem para lembrar um personagem De Foa para quebrar a barreira de Arachnofobia, ele tem um trabalho fantástico em sua animação, especialmente o rei demônio que levanta minha emoção pelo próximo episódio para ver o panterário de dois membros da mesma família.

Inúmeras figures de Madoka de bikini

Basicamente, era o que eu tinha que falar sobre essa tentativa no Anime de Miranha, aqui é John Vini e foi a minha opinião desta série, estou esperando por seus comentários do episódio e a revisão para melhorar minha escrita Para você, eles caíram porque se arrependem de matar, discutimos pacificamente, sem puxar as palavras de baixo jargão, como eles podem ver, eu não deixo qualquer coisa contra você é saudável porque enriquece a vida e ainda mais.

Kaisen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Next Post

Os 30 países onde Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi foi mais popular

sex maio 7 , 2021
Share on Facebook Tweet it Pin it Share it Email A adaptação da série de anime do romance Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi: Sokushi Mahō para Skill Copy no Chōetsu Heal (Redo of Healer) de Rui Tsukiyo foi envolvida em alguma controvérsia, mas isso não impediu que o anime se tornasse […]